top of page

Mitos que criaram sobre a DCTFWeb


Toda hora vemos muitos profissionais do DP 'apanhando' para entender ou fazer processos que não irão dar o resultado que esperam. Isso ocorre porque de fato aquele processo não serve ou não tem aquele propósito que se pensa.


📌 Quanto menos conhecimento das rotinas temos, mais trabalho e retrabalho desnecessário criamos para nós mesmos.


Muitos mitos são encarados como fatos e verdades absolutas, e isso é um perigo. Corremos o sério risco de realizar um processo que além de não surtir o efeito desejado, ainda pode prejudicar nosso cliente.


Vamos aos 10 mitos mais comuns que criaram sobre a DCTFWeb:


1️⃣ Achar que depois do DARF pago o valor do débito tem que zerar na DCTFWeb.


2️⃣ Achar que declaração original sem movimento não precisa transmitir.


3️⃣ Achar que se entregou a EFD-Reinf sem movimento todo mês não precisa transmitir a DCTFWeb.


4️⃣ Achar que transmitir uma declaração retificadora com o mesmo valor da original já transmitida vai duplicar o débito.


5️⃣ Achar que ao fazer uma DCOMP que zera o débito precisa voltar para abater e zerar o valor na DCTFWeb.


6️⃣ Achar que declaração Zerada e Sem movimento é a mesma coisa.


7️⃣ Achar que o que se visualiza na DCTFWeb é a situação fiscal (débito declarado x pagamentos).


8️⃣ Achar que CNO de obras de terceiros vai aparecer na DCTFWeb.


9️⃣ Achar que na DCTFWeb não tem como emitir o DARF separadamente por CNO de obra própria.


🔟 Achar que DCTFWeb retificadora em andamento não precisa transmitir.


🤔 Ficou em dúvida sobre algum dos mitos?

Estamos a disposição para te explicar. 🫱🏻‍🫲🏼



💡 DESCONFIE E QUESTIONE! A dúvida e o questionamento são os seus maiores aliados na busca do conhecimento!


Gostou? 👍 Nos siga, curta, compartilhe!


por Jení Carla Fritzke Schülter

consultora em DP da SCI Sistemas Contábeis e articulista Portal ContNews


🤩REDES

👉Notícias via whatsapp: https://bit.ly/340rb4f

👉Canal no Telegram: https://t.me/SOUSCI


196 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page